O Malandro, o Atleta, o Nerd, a Princesa e a Maluca.



E as crianças em que vocês cospem enquanto tentam mudar seus mundos são imunes aos seus conselhos. Elas sabem muito bem por aquilo que atravessam” – David Bowie. 

    Essa frase foi passada no início do filme Clube dos Cinco, que foi lançado em 24 de março de 1984. Caro leitor, você deve estar se perguntando o porque do blog trazer informações e crítica sobre esse filme. Mas, o fato é que ele se torna muito mais maravilhoso a cada vez que se assiste.
   Agora, vamos fazer uma análise dos personagens do filme, tentando não trazer algum tipo de spolier e só analisar os personagens ao nosso cotidiano.

O Clube:

John Bender, o criminoso:


John causa uma primeira impressão nada amigável. Desprezando a tudo e a todos, esnobando, insultando, ameaçando e fazendo piadinhas irônicas o tempo inteiro.
Aos poucos, John vai se revelando e em umas das inúmeras discussões, acaba mostrando a todos a queimadura de charuto do pai em seu braço. É nesse momento que todos descobrem que John sofre violência doméstica  que sofria com seu pai e essa é a razão de sua rebeldia.

Andrew "Andy" Clark, o atleta.


Ironicamente, o lutador é o mais doce dos cinco estudantes. Andy sofre muita pressão do pai para ser o melhor sempre. Ele é muito sensível e tem grande empatia pelos outros, inclusive pelo garoto que foi vítima do bullying dele com seus amigos lutadores. Andy chora sempre ao falar do assunto e na cena onde eles se drogam com a maconha de John, enquanto todos falam coisas desconexas, Andy dança. Ele simplesmente dança, passos eufóricos e desesperados, como se pela primeira vez estivesse solto, livre de uma corda invisível que o prendeu a vida inteira. O sonho de Andy é sofrer um acidente no joelho para ficar "inútil" e seu pai deixá-lo em paz.
Motivo da dentenção: Bullying em um colega para agradar o pai.

Brian Johnson, o Nerd.


Brian, segundo John, "é o filho que todo pai gostaria de ter, o senhor perfeito, com uma vida perfeita", porém somos apresentados a uma realidade bem diferente. Igualmente ocorre com o atleta popular Andy, Brian sofre uma pressão enorme da família, no caso, por boas notas, inclusive até pensado o suicídio por ter zerado um trabalho.
Motivo detenção: Uma arma, na verdade é um sinalizador, disparou em seu armário que seria utilizado para um suicídio.

Clarie Standish, a Princesa


Principal vítima dos insultos de John, Claire inicialmente passa a imagem de menina mimada e fútil. Posteriormente descobrimos que ela odeia conviver com seu grupo social de mauricinhos e patricinhas e que sempre é usada como moeda de troca pelos pais que estão a beira do divórcio

Allison Reynolds, a Maluca.


Allison é a mais complexa do grupo. Se a primeira impressão de John foi ruim a dela foi péssima. Sua entrada furtiva na biblioteca fez todos rirem abertamente e depois seus trejeitos estranhos causaram aversão e, certa curiosidade, dos outros alunos. Diferentemente dos outros quatro, ela não sofre pressão dos pais, ela é ignorada por eles. Completamente ignorada. Isso faz que a menina quieta e calada se revelasse foi uma tarefa muito difícil para os outros. Tudo nela, desde as roupas até a atitude é um grito por atenção. 

Análise final
    O que dizemos por fim é que a maioria das atitudes de muitos jovens é retrato daquilo que eles guardam dentro de si o que acaba os sufocando, mas como podemos ver, é que sempre vai haver alguém que possa nos ouvir, basta você identificar quem é esse alguém. Só tenho a dizer, que assistam esse clássico. É uma experiência inesquecível.


Fonte de pesquisa: Blog Meu Mundo Cênico.

Comments system